Categorias
artigos

Bexiga Hiperativa: preciso ir ao banheiro urgente!

Se você sofre com a bexiga hiperativa, nesse exato momento deve estar preocupado em saber onde é o banheiro mais próximo, pois até o final dessa leitura pode dizer “preciso de um banheiro urgente”. 

O que é bexiga hiperativa?

Uma condição urológica que causa uma certa urgência de urinar, assim é a vida de quem sofre com de bexiga hiperativa. Além disso, esse quadro pode ser associado a outro problema, a incontinência urinária, ou seja, a urina pode vazar ao tossir, espirrar ou realizar esforço físico.

Quais as causas?

A bexiga hiperativa pode ser causada em decorrência do mau funcionamento dos sinais nervosos transmitidos ao cérebro, ou seja, esses sinais são enviados para o cérebro no momento em que a bexiga não está completamente cheia. Outra provável causa é quando a musculatura da bexiga não está ativa.

Sintomas da bexiga hiperativa

Pessoas que sofrem de bexiga hiperativa sentem a necessidade de urinar com maior frequência, muitas vezes realizando a micção durante o sono (enurese), espasmos na bexiga, além de incontinência urinária.

Fatores de risco

Além das prováveis causas, existem fatores de risco que podem contribuir para a bexiga hiperativa. como:

  • Distúrbios neurológicos;
  • Doenças que afetam o cérebro ou a medula espinhal, como derrame e esclerose múltipla;
  • Obstrução urinária em homens com aumento prostático (por irritação na bexiga);
  • Alterações hormonais;
  • Fraqueza ou espasmos nos músculos pélvicos;
  • Infecção no trato urinário;
  • Efeitos colaterais de medicamentos.

Como é feito o diagnóstico?

Além da avaliação do histórico do paciente, para realizar o diagnóstico de bexiga hiperativa, o médico urologista realizará exames físicos e de urina. Em alguns casos pode ser necessário a realização de uma ultrassonografia renal e o estudo urodinâmico. 

Bexiga hiperativa como tratar?

O tratamento pode ser realizado com a mudança de hábitos, como restrição de horário para ingestão de líquidos e exercícios para reeducar a bexiga e a região pélvica, ou até mesmo com a utilização de medicamentos.

Em alguns casos pode haver indicação para a utilização da toxina botulínica.

Agende agora sua consulta ou exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *